Meu primeiro intercâmbio – parte 4

Olá, hoje vamos falar sobre homestay!

Quando fiz meu primeiro intercâmbio, a ideia que eu tinha era de que iria me hospedar com uma família ‘tradicional’ canadense, até mesmo porque foi assim com o meu irmão, que fez intercâmbio em 2010, também para o Canadá, na cidade de Calgary.

O que eu aprendi nessa época é que mais do que um prazer em receber estudantes, uma coisa que motiva as famílias a se cadastrarem como homestay é a compensação financeira, paga pelo estudante pela hospedagem e tudo o que está incluso.

Por isso mesmo, diversas famílias canadenses (imigrantes, por exemplo), tem interesse em receber estudantes e não apenas as ‘tradicionais’.

A princípio, quando pensei em me hospedar na casa de uma família de imigrantes, o meu receio era que eu estava pagando não apenas por um curso mas por toda uma experiência de imersão na cultura canadense e poderia morar com uma família que não dominava o idioma. Ao mesmo tempo, a minha curiosidade em conhecer uma cultura extra me fez entender que a final de contas é isso que é a cultura canadense: um misto gigantesco de diversidades e de diferentes culturas do mundo!

A família ‘tradicional’ canadense, ao meu ver, já não existe mais. Pois a cada ano, novos imigrantes chegam e se estabelecem no país, trazendo sua língua, seus costumes, suas tradições e incorporando em seu dia a dia tradições e valores ditos canadenses.

Enfim, fiquei muito feliz em poder me hospedar com uma família ‘não-tradicional’ canadense! Agora, vou contar como foi a seleção da homestay:

Para selecionar a minha homestay, a agência de intercâmbio pediu que eu preenchesse um formulário com informações minhas, dentre elas alergias (comidas, animais), restrições e especificações alimentares (é vegetariano/vegano? come carne de porco? etc), entre outros (aceita ficar em uma casa com animais de estimação? SIM!! hahaha).

Até onde eu conheço, nenhuma agência vai te perguntar coisas muito específicas tipo “prefere cama de casal ou de solteiro? banheiro privativo ou compartilhado? quer secador de cabelo? etc”. Porque afinal de contas, você não está indo para um hotel que vai se moldar nos seus desejos e preferências, e sim, para um lar com uma família que tem sua própria rotina e que vai te receber da forma que puder.

Banheiro privativo? Esqueça isso! Assim como as visitas na sua casa provavelmente dividem banheiro com você, você terá que dividir na homestay e isso não é problema algum!

Você está prestes a embarcar para uma das melhores e mais enriquecedoras experiências da sua vida! Não passe mais do que dois minutos pensando sobre o banheiro que vai usar!

Tenha mente aberta, esteja preparado para ser surpreendido o tempo todo, para aprender muitas coisas novas todos os dias!

Minha primeira homestay:

Fiquei com uma “família” das Filipinas. “Família” assim, entre aspas pois era apenas uma mãe solteira que morava sozinha, o filho já adulto não morava mais com ela e o namorado tinha a casa dele, apesar de dormir lá vários dias da semana.

A mãe trabalhava de madrugada no aeroporto Toronto Pearson International Airport, e chegava no meio da manhã, cansada, então eu só a via à noite e nos finais de semana. Ela também hospedava outros estudantes, de diversos países. Enquanto estive lá, conheci outros brasileiros, uma garota japonesa e dois rapazes mexicanos.

Os nossos momentos em família eram a noite, durante e após o jantar (delicioso, por sinal! O melhor da culinária Filipina!). A minha host falava inglês muito bem, afinal havia imigrado há muitos anos, e também conhecia bem a cultura canadense.

Meu quarto ficava no porão e não tinha janelas, o que eu achei que seria muito ruim (e claustrofóbico) no começo, mas me acostumei já no primeiro dia, pois era também um dos quartos mais quentinhos da casa! Como eu só usava o quarto para dormir, trocar de roupas e me maquiar, não foi problema algum não ter janelas. Quando estava em casa, ficava a maior parte do tempo na cozinha ou na sala de TV com os outros estudantes (fazia minha homework na sala também).

A casa ficava a uma quadra do ponto de ônibus, mas para chegar até lá, precisávamos subir estas escadas:

IMG_3682
York District – Toronto – Janeiro 2013

Dava um medinho de escorregar quando tinha muita neve, mas isso nunca aconteceu (não comigo rsrs).

Por motivos de segurança, cada aluno recebia uma cópia da chave da porta da frente, que ficava sempre trancada. Havia necessidade? Bom, antes prevenir, não é? E claro, são normas da casa!

Nós tínhamos liberdade de comer, assistir TV e sair quando quiséssemos, claro que ela pedia para não voltarmos muito tarde para casa, mas como recebia apenas estudantes com mais de 18 anos, não precisava se responsabilizar por nenhum de nós.

A lavagem de roupas estava inclusa e isso foi ótimo! Uma vez por semana ela lavava as roupas de cada um. Quem quisesse passar as roupas, poderia usar o ferro mas acho que ninguém fez isso. Quem quer fazer intercâmbio para passar roupas? Eu que não! Levei roupas que não amassam muito já pensando nisso.

A alimentação também estava inclusa: café da manhã, almoço e jantar todos os dias, também nos finais de semana. Durante a semana, ela cozinhava durante a noite e já deixava separados na geladeira vários potinhos com o nosso almoço, que esquentávamos na escola para comer. Nós não tínhamos permissão para cozinhar e isso acontece em várias homestays. Caso você queira cozinhar, terá que pedir permissão e algum morador da casa provavelmente terá que estar em casa.

Dica: Nos finais de semana, também podíamos levar almoço para comer fora, durante um passeio, por exemplo. Isso ajudava a economizar bastante dinheiro, porque um almoço fora poderia custar de $8 a $20 CAD tranquilamente, e afinal, a refeição da homestay já estava paga (e já falei que era deliciosa?!)

Tem alguma dúvida sobre homestay? Já teve uma experiência e quer compartilhar? Comente abaixo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s